Quinta-feira, 2 de Junho de 2016

Exposições de fotografia no mês de Junho

A Lumbudus, Associação de Fotografia e Gravura, vai realizar duas exposições de fotografia no mês de Junho.

A primeira exposição, intitulada "Cut-Out", trata-se de uma exposição coletiva de fotografia de vários membros da Lumbudus. A inauguração está prevista para as 18h00 de dia 6 Junho, no novo espaço para exposições, a Biblioteca Municipal de Chaves.

 

19679806_TbCjh.jpg

 

A segunda exposição, intitulada "As minhas Flores", com autoria de Pablo Serrano, primeiro associado espanhol da Lumbudus, que terá lugar no próximo dia 9 de Junho (quinta-feira), pelas 18h30, na galeria da Adega do Faustino, em Chaves. Esta exposição estará até ao dia 30 de Junho.

 

pablo-cartaz-web.gif

 

 

 

publicado por lumbudus às 22:42
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Luís Henrique Fernandes a 25 de Junho de 2016 às 12:11
“PABLO SERRANO, as minhas flores”


“Há tantas imagens como olhos para ver”.
-Sam Francis-pintor


A arte é …. «uma espécie de alimento espiritual que obriga as fontes da vida em que nos movemos a ganhar expressão».
A Fotografia, ainda adolescente, comparada com longevidade das Artes, e rival de estimação da Pintura, ainda não adquiriu o reconhecimento universal de arte.
Estou do lado daqueles que a consideram como tal: nela encontro a definição de Richard Palmer.
As cores da Pintura serão sempre diferentes das cores da Fotografia.
A fotografia do PABLO SERRANO é captada no momento. Não a vejo criada no estúdio, onde as cores podem ser compostas.
Nas fotografias das “Flores”, do PABLO, até me parece sentir-lhes o cheiro!
Este «Lumbudínio» já atingiu um grau de concentração visual extraordinário.
“Para se ser fotógrafo é preciso ter cultura”, sentenciou Henri Cartier-Bresson.
PABLO SERRANO não é “Doutor” em Genética Molecular, “Mestre” em Antropologia, “Licenciado” em História, ou romancista.
Mas revela-se um poeta da imagem, de momentos únicos e eternidades de vida.
PABLO SERRANO tem um olho de fotógrafo e outro de pintor.
Vá lá que, embora ajudados, eu ainda tenho dois para contemplar!
E o PABLO, que me surpreende nas suas imagens, com uma arte que se desprende em cada uma das suas manifestações, mostra-nos a verdade das palavras do “Príncipe dos Botânicos”:
- “Na Primavera, …. As folhas e as flores servem de leito nupcial, que o Criador tão gloriosamente arranjou, adornou com tão nobres cortinados e perfumou com tantos aromas suaves para que o noivo e a noiva aí possam celebrar as suas próprias núpcias com ainda maior solenidade.
Assim que o leito estiver preparado, chega o momento de o noivo abraçar a sua amada noiva e de se entregar a ela”.
A surpresa dos progressos do PABLO SERRANO na arte de fotografar faz-me desejar-lhe que a máquina fotográfica, nas suas mãos (tal como Pontus Hulten o disse de Sam Francis, pintor) «seja o arpão com que o Capitão Ahab arpoou a baleia branca».
PABLO SERRANO também é dos que me inspirou o meu «Pitigrama» - “LUMBUDÍNIOS”.
E eu, que nada tenho de artista, pergunto-me, intrigado: - a origem da arte está lá, escondidinha, guardadinha, e, ou, prontinha a revelar-se, lá mesmo no inconsciente?!
E, se a vós, estrelas de constelações brilhantes, os deuses vos abençoaram; estou em crer, eu, «incréu», que os diabos me excomungaram!
Sísifo me sinto condenado: é vã a minha luta para encontrar a sabedoria.
À arte apanho-lhe as imagens. Mas a arte foge-me.
Subirei o Larouco e o Brunheiro, as Alturas e o Minhéu, a Padrela e o Alvão.
Assomarei às ameias dos Castelos de Monterrey, de Montalegre e de Monforte de Rio Livre.
E no meu momento de liberdade, enquanto o rochedo desce a encosta, gritarei o meu contentamento por adivinhar o brilho da Arte e ouvir o eco da Cultura a espalharem-se pela minha, e VOSSA, NORMANDIA TAMEGANA!
Que não se confundam as minhas palavras com as de crítico, ou presumido crítico, de Arte: as minhas palavras são somente a expressão da minha surpresa pelo gabarito qualitativo que o meu amigo PABLO atingiu em tão pouco tempo; são somente a expressão do meu entusiasmo e do meu contentamento pela sua «performance»; são somente a expressão do meu apreço, da minha estima e da minha amizade devotadas ao meu amigo PABLO SERRANO.
E se me falta capacidade para a avaliação estética da Fotografia ou da Pintura, sobra-me alguma coragem, ou atrevimento, para, numa e noutra, encontrar inspiração prosadora; e, ou, de uma e de outra, colher significados e, ou, símbolos de vida!
A Fotografia pode não ser (considerada) uma arte, mas os seus sujeitos-objectos são, para mim, obras de arte.
Não é pelas imagens que interpretamos a realidade?
Ou a “Caverna de Platão” deixou de ser uma das nossas casas?
Será hora de despedida?!


Mozelos, nove de Junho de 2016
Luís Henrique Fernandes


Comentar post

.mais sobre nos

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Exposição de Fotografia "...

. Exposição Colectiva de Fo...

. Exposição "Selecção de Fo...

. Feliz Natal e um Próspero...

. Resultados do Concurso de...

. Fotografias apresentadas ...

. Exposição coletiva de Dez...

. Exposição de fotografia d...

. XXVII Encontro de Fotógra...

. Exposição de fotografia d...

.arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

.tags

. todas as tags

.links

.Olhares

blogs SAPO

.subscrever feeds